actividades dos compositores editados pelo MIC​.​PT
Fernando C. Lapa

A peça Say beautiful​ (2002) para septeto de percussão de Fernando C. Lapa – compositor editado pelo MIC.PT – será apresentada a 4 de Outubro durante a Academia NanoDrumming, uma iniciativa do Drumming – Grupo de Percussão, na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. "Construída a partir de Beautiful Day dos U2, Say Beautiful já não é um tema rock, mas também não será uma peça de música contemporânea pura (qualquer que seja o significado que atribuamos a estes rótulos). Ou seja: em espaço de trânsito condicionado, sem nostalgias, nem constrangimentos. Pela positiva. Say Beautiful é dedicada ao Drumming" – diz Fernando C. Lapa.
Miguel Azguime

Feedback Orders é o título de uma nova obra para flautas de bisel e electrónica de Miguel Azguime, que será estreada no contexto do recital por António Carrilho intitulado ORBIS TIBIAE, o outro lado do som, a 30 de Outubro no O'culto da Ajuda em Lisboa. O concerto terá transmissão directa na Antena 2, dando início a um ciclo de espectáculos com intérpretes de excepção a apresentar a música do nosso tempo. "A minha prática musical está intimamente ligada ao raciocínio aplicado ao fazer, à procura da resposta mais adequada (frequentemente com muita investigação) para a problemática que determinada configuração morfo-temporal ou contexto musical colocam. Contudo no momento de iniciar uma nova peça coloco-me sempre perante o «vazio» da página branca (ou a «vacuidade» do silêncio) à escuta da «emergência» de um objecto sonoro significante ou da ideia dele" – diz Miguel Azguime na entrevista dada ao MIC.PT em Julho de 2016.
Christopher Bochmann

A peça Canzona IV​ (2014) para 16 instrumentos de so-pro de Christopher Bochmann será a-presentada a 26 e 27 de Outubro na Escola Superior de Música de Lisboa pela Orquestra de Sopros da ESML, dirigida por Alberto Roque. Como diz este compositor editado pelo MIC.PT na enrevista dada ao MIC.PT em Junho de 2014: "Sinto uma grande proximidade com a música de Bach. Identifico-me absolutamente com a ideia de que a música seja uma extensão ou uma expressão da vida. Não tenho dúvidas quanto à influência mútua entre as várias vertentes da minha actividade musical. A necessidade de teorizar as coisas que o ensino obriga, ajuda a desenvolver a técnica composicional de maneira mais consciente".
Daniel Schvetz

A obra Três motivos​ (2017) de Daniel Schvetz será estre-ada a 30 de Outubro no O'culto da Ajuda em Lisboa, durante o recital de António Carrilho (flautas de bisel). Como explica este compositor editado pelo MIC.PT: "O título Três motivos refere-se às características de cada uma das três mini-secções da obra, com cunho e identidade reco-nhecíveis, assim como às três causas (motivos), que me le-varam a compor a obra: o artista a quem é dedicada; as maravilhosas capacidades técnicas, expressivas, tímbricas das flautas de bisel; e deixar-me levar pela leveza dum andar quase a improvisar, sem muito plano nem ideia preconcebida, um motivo carente de motivo, um «porque sim», tão simples quanto isto".
Luís Antunes Pena

A 7 de Outubro a peça Konvolut para cinco instrumentos e electrónica de Luís Antunes Pena, terá a sua estreia na Ale-manha pelo Ensemble Horizonte, no contexto do festival 9. Hörfest Neue Musik em Detmold. Encomendada a este compositor editado pelo MIC.PT pelo Sond'Ar-te Electric Ensemble com o apoio da Ernst von Siemens Musikstiftung, a peça Konvolut (2014/15) é construída a partir de uma colecção de samples áudio provenientes de vários origens – ambientes urbanos e vídeos encontrados na internet. Este mês, no dia 29, outra obra de Luís Antunes Pena – an der grenze, das gedächtnis para contrabaixo, estreada em Setembro por Florientin Ginot – será apresentada no programa de Egbert Hiller da rádio alemã DLF. Adicionalmente, no dia 31 no espaço LTK4 em Colónia será inaugurada a exposição Open Call – Schausammlung 2018 que inclui uma instalação de Luís Antunes Pena para oito megafones e 16 relés.
João Pedro Oliveira

Na segunda metade de Outubro João Pedro Oliveira é compositor convida-do no festival L'Es-pace du Son que irá decorrer entre os dias 24-28 em Bruxelas. No contexto do evento este compositor editado pelo MIC.PT é membro do júri da final do 10.º Concurso Métamorphoses e conduzirá um curso de composição áudio-visual. O programa do festival inclui também dois concertos monográficos com música de João Pedro Oliveira, no âmbito dos quais será estrada a obra Tempêtes. Este mês o compositor é ainda artista homenageado na V Bienal de Música Contemporânea de Mato Grosso (21-28 de Outubro no Brasil) e a sua obra Tesseract será apresentada no con-texto de três eventos: a 5 de Outubro no Festival Muslab (Cidade do México); no Psychedelic Film and Music Festival (1-7 de Outubro, Nova Iorque); e no dia 14 no Festival Matera Intermedia (Itália), onde a obra foi dis-tinguida com o Prémio de Distinção. No mês passado foi também lançado o CD Experiência do Abstrai Ensemble com a peça Angel Rock do compositor.
Pedro Amaral

Em Outubro Pedro Amaral – compositor editado pelo MIC.PT – será conferencista e maestro no âmbito do ciclo Música e Ciência, organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior em parceria com a AMEC (Associação Música – Educação e Cultura) – Metropolitana. Neste contexto e em duas loca-lidades diferentes – no Centro de Artes e Espectáculo de Portalegre – Instituto Politécnico de Portalegre (dia 11), assim como no Auditório 1 do Instituto Politécnico de Beja (dia 12) – Pedro Amaral irá apresentar a conferência Ciência e Arte na Composição Musical e dirigir a Orquestra Metropolitana de Lisboa na interpretação da Sinfonia n.º 9 em Mi Menor, op. 95, Do Novo Mundo de Antonín Dvořák.
Vítor Rua

Os Telectu com Vítor Rua (compositor edi-tado pelo MIC.PT) e António Duarte (ar-quivista e amigo do duo fundado em 1982 por Jorge Lima Barreto e Vítor Rua), a 5 de Outubro no OUT.FEST 2018 do Barreiro apresentarão o Belzebu, material icónico no con-texto da exploração sonora em Portugal. No dia 6 no Teatro Gil Vicente em Coimbra os Telectu apresentarão o material Telectu Anthology com a performance de Manoel Barbosa. Ainda em Outubro os músicos participarão no Festival Semibreve 2018 em Braga – na Conversa na Casa Rolão (dia 25) e no espectáculo no Theatro Circo (dia 26). Em Se-tembro a ReR lançou o trabalho dos Vítor Rua & The Meta-physical Angels: When Better isn’t Quite Good Enough.
 
música hoje na antena 2
5 de Outubro de 2018, à 1h00
Na 1.ª Pessoa . Jorge Peixinho

Terceiro programa de um novo ciclo de programas intitulado Na 1.ª Pes-soa no contexto da emissão radio-fónica Música Hoje produzida pela Miso Music Portugal e pelo MIC.PT para a Antena 2. Na 1.ª Pessoa é um ciclo de entrevistas a compositores portugueses dos séculos XX e XXI, iniciado em Setembro passado. O ciclo prossegue com uma entrevista histórica a Jorge Peixinho, realizada em 1992 e conduzida por Miguel Azguime, anfitrião do Música Hoje. Ao mesmo tempo, a emissão incluirá gravações de obras deste compositor português do século XX.

19 de Outubro de 2018, à 1h00
Na 1.ª Pessoa . Hugo Vasco Reis

Na 1.ª Pessoa, ciclo de encontros com compositores portugueses – que estarão à conversa com Pedro Boléo para nos revelarem vários aspectos do seu universo sonoro – prossegue com uma entrevista a Hugo Vasco Reis, jovem compositor que tem desenvolvido uma criação a partir do seu instrumento – a guitarra portuguesa – mas levando-a para caminhos in-esperados, no campo da música contemporânea. Com-positor de obras electroacústicas, música de câmara ou a solo, Hugo Vasco Reis tem-se interessado ainda pela cria-ção acusmática. Para além da entrevista, o programa abre espaço para a audição de algumas das criações de Hugo Vasco Reis em gravações escolhidas pelo próprio.
Partituras editadas pelo MIC​.​PT
A edição de partituras pelo MIC.PT tem como alvo a distribuição de partituras de obras de compositores portugueses, fomentando a escolha de obras portuguesas por parte de músicos e programadores; e ainda o seu estudo no meio académico.

Novas partituras no MIC.PT:
Carlos Alberto Augusto (CAA0004)
Cristalofonia (2017)
soprano e electrónica
Miguel Azguime (MA0030)
Illuminations (2016)
orquestra
Carlos Caires (CCr0006)
All-in-one (2010)
ensemble e electrónica
Carlos Caires (CCr0007)
Instante (2011)
orquestra e electrónica
Amílcar Vasques-Dias (AVDias0009)
Pranto (1984/88)
ensemble de sopros, piano e contrabaixo
Amílcar Vasques-Dias (AVDias0010)
Madrugada (1999)
oito vozes mistas
[ka'mi] (KM0013)
manchmal ist es immer so (2018/17)
clarinete, violino e piano
novos CD no MIC​.​PT
Armando Santiago
Música intuitiva (LP)

Obras de Armando Santiago:
Explosion – Lumière. Soleils . Nova . Pulsar – Gravitations . Chutes . Galaxies – Ombres


Edição: Grama
Joana Gama e João Godinho . Nocturno

Música de João Godinho: Canção de Embalar . Raggle-Taggle . Ró-Ró . Valsa do Fauno . O Grito . Valsa dos Ossos . Valsa da Etelvina
Joana Gama . piano

Edição: mpmp
estreias recentes
Igor C. Silva
Blindspot Box
3 de Setembro, Vapaan Taiteen Tila, Helsínquia, Finlândia
Maija Anttila . clarinete baixo e electrónica
Katri Antikainen . projecção sonora e electrónica
Luís Antunes Pena
an der grenze, das gedächtnis
8 de Setembro, Kunst-Station Sankt Peter, Colónia, Alemanha
Florentin Ginot . contrabaixo
João Pedro Oliveira
Storms
12 de Setembro, International Videoarts Festival, Dia Internacional da Luz (UNESCO), MU.SA – Museu de Sintra
vídeo-música
Daniel Moreira
Beethoven quasi una fantasia, op. 27 n.º 2
18 de Setembro, Casa da Música, Porto
Remix Ensemble Casa da Música . Peter Rundel .(direcção)
Luís Antunes Pena
Tracking noise #4
19 de Setembro, Odeon Cinema, Colónia, Alemanha
ensemble hand werk
Fernando C. Lapa
Variações a partir de um coração
21 de Setembro, Casa das Artes, Porto
Quarteto Contratempus
Nuno Côrte-Real
Noa-Noa
26 de Setembro, Auditorium di Milano Fondazione Cariplo, Milão, Itália
Orchestra Sinfonica di Milano Giuseppe Verdi
Nuno Côrte-Real . direcção musical
Nuno da Rocha
Concerto para Flauta de Bisel e Orquestra Barroca (Recorded Concerto)
27 de Setembro, Festival Jovens Músicos 2018, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
Orquestra Divino Sospiro
António Carrilho . flauta de bisel
Massimo Mazzeo . maestro)
Jorge Ramos . electrónica
José Alberto Gomes/João Tiago Dias
Auto-retrato
29 de Setembro, 14.º Circular . Festival de Artes Performativas, Auditório Municipal de Vila do Conde
João Tiago Dias . percussão
José Alberto Gomes, Igor C. Silva, Pedro Junqueira Maia, Rui Penha . colectivo de compositores
Patrícia Sucena de Almeida

No próximo dia 6 de Outubro a miniatura Desperatio (piano piece no. 5) (2017-18) de Patrícia de Sucena de Almeida (compositora editada pelo MIC.PT), es-crita para o 50.º aniversário de Ian Pace, será trans-mitida, entre obras de vários outros compositores, no programa Hear and Now da rádio britânica BBC 3. Durante a emissão este pianista virtuoso, cujo reper-tório assenta na nova música numa lógica de programas híbridos com peças históricas, vai estar em conversa com Robert Worby, para falar sobre a prática da interpretação da música do nosso tempo.
Jonas Runa

A 17 de Outubro no Museu – Coleção Berardo em Lisboa no contexto do VIII Ciclo de Conferências ECATI/MCB, Jonas Runa (compositor editado pelo MIC.PT) dará uma conferência dedicada ao tema – O som como vibração da vida. "O som tem um poten-cial imenso para a pesquisa científica e artística, re-velando ligações profundas tanto à física funda-mental quanto à psique humana. Aqui esboçaremos um conceito da filosofia da música desenvolvido em colaboração com Jorge Lima Barreto: a Energia Musical Irrealizada" – revela Jonas Runa na nota de programa à conferência.
Novidades MIC​.​PT
David Miguel no MIC.PT
Nova Página de Compositor

A partir de Outubro o MIC.PT disponibiliza on-line a nova Página de Compositor dedicada a David Miguel, que se licenciou em Composição pela ESMAE no Porto, onde trabalhou com Luís Tinoco, Carlos Guedes, Eugénio Amorim, Filipe Vieira, Nuno Côrte-Real e Dimitris Andrikopoulos. David Miguel tem também o título de Mestre em Ensino de Música pela Uni-versidade de Aveiro. O compositor frequentou cursos de formação com Clarence Barlow, Magnus Lindberg, Jonathan Harvey, Bruce Pennycook, Tim Steiner, Sam Mason, Paul Griffiths, Klaus Trumpf, Fernando Flores e Olga Prats. Colaborou com o Serviço Educativo da Casa da Música e foi membro do projecto Digitópia. Do seu repertório destacam-se obras para coro, música de câmara, orquestra, colaborações em teatro, instalações e arranjos para diversas formações. David Miguel cola-bora com o Coro Anonymus e em 2018 foi Compositor Residente no Festival Internacional de Coros de Aveiro e no ZêzereArts.
World New Music Days 2019

No âmbito do Call for Scores/Projects para o World New Music Days 2019 a Miso Music Portugal/MIC.PT convidou seis compositores portugueses editados pelo MIC.PT a incluírem as suas obras na Can-didatura Oficial da Secção Portuguesa da ISCM para este Festival dedicado à música do nosso tempo. Os compositores convidados são: [ka’mi] na Categoria 5 (Música de Câmara), Miguel Azguime na Categoria 1 (Orquestra), Simão Costa na Categoria 14 (Improvisação Livre), João Castro Pinto na Categoria 12 (Música Elec-troacústica), Hugo Vasco Reis na Categoria 6 (Obra para Instrumento Solo) e Clotilde Rosa na Categoria 5 (Música de Câmara). Subsequentemente, as obras submetidas pelas Secções e pelos Membros da ISCM do mundo inteiro serão seleccionadas pelo júri internacional para integrarem a programação do festival World New Music Days 2019 . Through the For-est of Songs, que irá decorrer entre os dias 2 e 10 de Maio do próximo ano em Tallinn, Tartu e Alatskivi na Estónia.
Actualidade
Jorge Peixinho

Jorge Peixinho: ontem e hoje é o título da Conferência organizada pelo Festival DME que irá decorrer a 5-6 de Outubro no Espaço Lisboa Incomum. O programa do evento inclui apresentações e comunicações sobre a obra deste compositor editado pelo MIC.PT, realizadas por Ana Telles, Luís Gomes, Ana Cancela, Jaime Reis, Ana Cláudia de Assis, Cristina Delgado e Francisco Pessanha. No dia 6 terá lugar uma Mesa Redonda em que irão participar também José Sá Machado e Jorge Sá Machado do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa. A conferência em Homenagem a Jorge Peixinho será uma oportunidade de ver filmes históricos sobre o compositor produzidos pela RTP, e também de ouvir a sua música – várias obras electroacústicas com a projecção sonora realizada por Jaime Reis e música de câmara tocada por Ana Cláudia de Assis (piano) e Miguel Rocha (violoncelo).
MUSONAUTAS, VISÕES & AVARIAS

Com a curadoria do programador e editor de música Paulo Vinhas MUSONAUTAS, VISÕES & AVARIAS 1960-2010 – 5 décadas de inquietação musical no Porto é uma exposição na Galeria Municipal do Porto, aberta até ao dia 18 de Novembro, que apresenta como esta cidade foi construindo uma reputação de vanguardismo e liberdade sonora que conduziram à afirmação de nomes fundamentais na cultura portuguesa. Este projecto propõe uma retrospetiva de cinco décadas de inquietação na criação musical portuense nas suas diferentes expressões sonoras. Há nesta exposição destaque aos três compositores que no Porto desenvolveram um trabalho fundamental – Cândido Lima, Álvaro Salazar e Filipe Pires. MUSONAUTAS... conta com apoio à curadoria de Hugo Oliveira, Manuel João Neto, Pedro Junqueira Maia, Pedro Tenreiro e Suzana Ralha.
Recital de António Carrilho

No dia 30 de Outubro no O'culto da Ajuda em Lisboa decorrerá um recital de António Carrilho (flautas de bisel) que na sua programação inclui duas obras dos compositores editados pelo MIC.PT: as estreias absolutas de Três motivos (2017) de Daniel Schvetz e Feedback Orders (2018) de Miguel Azguime; e ainda peças de César Viana (estreia de Hamelin de 2012), Karen van Steenhoven, Thérèse Brenet, Katharine Rawdon e Markus Zahnhausen. Neste espectáculo intitulado ORBIS TIBIAE, o outro lado do som António Carrilho continua o seu percurso de exploração de um instrumento tipicamente associado à época barroca, mas cada vez mais apreciado pelos compositores da actualidade. As obras aqui incluídas – muitas delas dedicadas a este virtuoso flautista de bisel – apresentam uma variedade de estilos e inspirações no contexto de uma “viagem” através de novos sons num instrumento de origem antiquíssima.
Duo Contracello

No próximo dia 22 de Outubro no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro (Festivais de Outono '18) o Duo Contracello – Miguel Rocha (violoncelo) e Adriano Aguiar (contrabaixo) – dará um concerto com um programa composto de obras dos seis compositores editados pelo MIC.PT: Clotilde Rosa, Ângela Lopes, Isabel Soveral, Jaime Reis e João Pedro Oliveira. O Duo Contracello iniciou a sua actividade em 1993. A receptividade e o sucesso obtidos junto do público levaram os seus fundadores a apostar na continuidade deste projecto, em grande parte também dedicado à divulgação e interpretação da música de compositores portugueses. Para além das suas apresentações em Portugal (tais como Festivais de Música de Espinho, de Leiria, Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura, Centro Cultural de Belém, Festival CriaSons), o Duo Contracello actuou em Espanha, França, Suíça, Estados Unidos da América e República Checa.
Agenda Catálogo de Partituras MIC.PT Espaço Crítica para a Nova Música MIC.PT EN MISOMUSIC.COM MIC.PT Twitter IAMIC Facebook Desactivar Subscrição