REBELO Pedro (1972)  
Foto
Obras
Entrevista
Bibliografia
Partituras
Discografia
Áudio
Imagens
Vídeos
Multimédia
Programa Rádio
Programa Televisão
Outros
Dados de intérprete
Nascido em Viseu em 1972, Pedro Rebelo é actualmente professor catedrático e director de investigação no Sonic Arts Research Centre (SARC) na Queen’s University Belfast. No campo da investigação o compositor visa reflectir a sua atitude perante o design sonoro e a composição, articulando a prática criativa com um entendimento abrangente da teoria da cultura e práticas sociais. Em 2002 doutorou-se pela Universidade de Edimburgo, onde investigou as relações entre música e arquitectura. Foi também professor convidado na Stanford University (2007), Universidade Fedaral do Rio de Janeiro (2014) e na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2016). Foi também music chair de conferências internacionais, tal como a ICMC 2008, SMC 2009 e ISMIR 2012. Em 2012 foi-lhe atribuído o prémio Building Tomorrow’s Belfast do Northern Bank. Adicionalmente, foram-lhe recentemente atribuídas duas bolsas de investigação para projetos interdisciplinares incluindo Sounding Conflict, financiado pelo Research Council UK para investigar a relação entre som, música e situações de conflito. Áreas de investigação recentes incluem som imersivo e experiências de escuta aumentadas.

As obras de Pedro Rebelo foram apresentadas em salas como Melbourne Recital Hall, National Concert Hall Dublin, Queen Elizabeth Hall, Casa da Música, e em festivais que incluem Weimarer Frühjahrstage für zeitgenössische Musik, Wien Modern, Cynetart e Música Viva, entre muitos outros.

Como performer de música improvisada colaborou com músicos como Chris Brown, Mark Applebaum, Carlos Zíngaro, Evan Parker e Pauline Oliveros. No contexto do Duo l a u t, cocriado com a saxofonista Franziska Schroeder, enquanto intérprete de sistemas electrónicos Pedro Rebelo dedicou-se à improvisação e à execução de obras com electrónica e multimédia, tendo desenvolvido vários interfaces de controlo para performances interactivas – esta experiência revela os aspectos interpretativos do “computador no palco”.

A música de Pedro Rebelo constitui um campo de investigação e experimentação no que diz respeito à relação da arte com as novas tecnologias, e também à pluridisciplinaridade. O compositor mantém colaborações com artistas plásticos, desenvolvendo uma notação gráfica com um forte aspecto estético.

As suas obras podem ser divididas em vários grupos, no contexto das quais o compositor explora diferentes questões de natureza composicional e de implementação de novos meios tecnológicos: 1) música electroacústica “mais tradicional”; 2) peças instrumentais com electrónica que têm como ponto de partida determinados lugares arquitectónicos e espaços (Aquas Liberas de 2001, x\Hailes de 2001 e Cidade Museu de 2015); 3) projectos das “próteses musicais”, que põem os músicos numa situação em que têm que reagir a um outro sistema estético (Music for Prosthetic Congas de 2004, Prosthetic Oil de 2005 e Shadow Quartet de 2007).

Em obras como Disparate Bodies (2007-08), Netrooms: The Long Feedback (2008) e Netgraph (2010) Pedro Rebelo tem explorado o conceito da dramaturgia na rede virtual enquanto um novo meio de performance, do ponto de vista de colaboração, autoria, presença e ambiente. Além disso, em colaboração com outros artistas e investigadores, tem realizado projectos comunitários que exploram a relação entre o som e a comunidade, revelando os sons do dia-a-dia na paisagem de Belfast (Sounds of the City, 2012), Rio de Janeiro (Som da Maré, 2014) e Mafalala, Maputo (Por trás de uma performance: o Tufo da Mafalala, 2018). Obras recentes combinam abordagens composicionais e performativas com uma preocupação contextual explorada através de estratégias etnográficas. Cidade Museu (2015) redescobre espaços devolutos na cidade de Viseu numa performance audiovisual, improvisação e áudio imersivo, enquanto Gathering Dust (2017) celebra as relações pessoais com instrumentos musicais abandonados numa partitura para ensemble de câmara.

Dossier n.º 10 . Compositores Portugueses dos séculos XX e XXI . Pedro Rebelo

Entrevista do MIC.PT a Pedro Rebelo · Setembro de 2016

Em Foco dedicado a Pedro Rebelo · Maio de 2012

LINKS EXTERNOS
Pedro Rebelo

Última actualização: 11 de Agosto de 2020

Evolute Consultoria Informática