António Ferreira Em Foco no MIC​.​PT em janeiro
Em janeiro a secção Em Foco do MIC.PT apresenta um novo Questionário/ Entrevista a António Ferreira, para assinalar o 60.º aniversário deste compositor dedicado essencialmente à música eletroacústica/ acusmática de carácter erudito, e especialista em acústica, bioacústica e poluição sonora.
Nascido em 1963 em Angola, António Ferreira frequentou o curso de Engenharia Química no Instituto Superior Técnico de Lisboa e estudou Composição Eletroacústica no Instituto de Sonologia do Conservatório Real de Haia (Países Baixos). Presentemente, tendo a escuta como o seu «instrumento» principal, dedica-se inteiramente ao som em todos os seus aspetos: musicais, filosóficos, históricos e acústicos. Enquanto compositor António Ferreira tem apresentado a sua música em Portugal e em contextos internacionais, tendo editado vários álbuns discográficos com obras originais suas, e tendo igualmente recebido prémios e menções em concursos nacionais e internacionais. Como consultor e perito em acústica, tem efetuado inúmeros estudos de impacto ambiental no âmbito do ruído, tendo ainda publicado e apresentado várias comunicações em conferências internacionais em colaboração com o prof. Bento Coelho e prof. Manuel Eduardo dos Santos, sobre bioacústica, acústica submarina e poluição sonora.
Este mês visitem a a secção Em Foco do MIC.PT para (re)descobrir a música, o universo criativo e o pensamento de António Ferreira.
Atividade · Compositoras e Compositores Editados pelo MIC​.​PT

A 28 de janeiro Cândido Lima participará no ciclo Memórias da Guerra Colonial em África organizado no Centro de Estudos Mário Cláudio em Paredes de Coura. No âmbito deste encontro este compositor editado pelo MIC.PT, que foi Alferes Miliciano na Guiné-Bissau (Ilha de Bolama), apresentará uma «breve história em sons e em imagens», Um Piano na Guerra Colonial – um Cavalo de Tróia. «Esta é uma história inédita e quase surreal – a viagem de um piano duma aldeia de Viana do Castelo para a Guiné, nos meus tempos de tropa» – disse Cândido Lima na entrevista dada ao MIC.PT em maio de 2019. As histórias desta viagem particular do piano e das viagens transatlânticas do compositor entre Portugal e a África foram evocadas nas duas obras da sua autoria: HÉAMAÓAMAÉH-sulcos.silêncios (2007) para 17 instrumentistas e ODE AO TEJO-regresso de um piano de guerra (2018-2019) para grupo instrumental e eletrónica. «Ao longo dos anos fizeram-se alusões, ao de leve, sobre a história do piano... Em 2007, a convite da Casa da Música escrevi a obra HÉAMAÓAMAÉH, uma evocação da viagem transatlântica que fiz no barco UÍGE. Na obra ODE AO TEJO encomendada pela Miso Music Portugal, apeteceu-me destacar a viagem do piano vertical. Isso foi em 1966... e o regresso em 1968» – recorda Cândido Lima.
Diogo Alvim · © Susana Pomba
Diogo Alvim · © Susana Pomba

A obra Peça com Vista (2018) de Diogo Alvim será interpretada no contexto do Recital de Ano Novo pelo organista Cláudio de Pina, a 8 de janeiro na Igreja Paroquial da Nossa Senhora da Ajuda em Lisboa. O programa deste concerto incluirá também a música de César Viana, Ivan Moody, Arvo Pärt e György Ligeti. «A Peça com Vista é para ser tocada a partir de uma partitura gráfica baseada numa vista de um largo no centro de Lisboa» – diz Diogo Alvim na nota de programa. E continua: «Pode-se interpretar esta tradução gráfica de um lugar em todas as suas possíveis conotações – o céu extenso cruzado por contornos de nuvens dispersas, um beirado ondulante como um trilo ascendente, uma pequena figura humana como um acorde, ou um pássaro como uma nota. As possibilidades são múltiplas, mas não infinitas porque a vista particular sugere uma situação urbana específica, um contexto e uma perspetiva que estabelecem a atmosfera a habitar». Adicionalmente, a 28 de janeiro no Museu Nacional de Arte Antiga em Lisboa, o Ensemble DME estreará a obra Posição Relativa (2022) para flauta, clarinete, percussão, violino e violoncelo deste compositor editado pelo MIC.PT no âmbito do concerto Esplorazioni que no programa incluirá também a música de Aldo Clementi, Giacinto Scelsi, Salvatore Sciarrino e Valerio Sannicandro.
Isabel Soveral · © Sofia Moraes
Isabel Soveral · © Sofia Moraes

Duas obras de Isabel Soveral (compositora editada pelo MIC.PT) serão apresentadas este mês em Nice (França) e Lisboa. A 5 de janeiro, no C.R.R. Nice – Conservatoire à Rayonnement Régional Pierre Cochereau, no contexto do concerto Les Mots et la Musique, o Performa Ensemble interpretará a peça Le Navigateur du Soleil Incandescent – Première Lettre (2016) para flauta e piano (sobre a poesia de Al Berto). A segunda obra, Fragmentos (2019) para piano e violoncelo, está incluída no programa do concerto do Duo Sigma, que terá lugar a 20 de janeiro no Museu Nacional da Música em Lisboa. «O meu trabalho é influenciado pelas artes visuais, sendo que relaciono a cor ao som e essa associação torna-se um princípio formal na composição. Por vezes, a inspiração para uma nova obra surge num texto, e dessa obra podem surgir outras que me levem de novo aos textos iniciais, a outros textos do mesmo autor, ou a textos de outros autores sobre o mesmo tema» – disse Isabel Soveral ao MIC.PT em maio de 2021.
Jaime Reis · © Sofia Nunes
Jaime Reis · © Sofia Nunes

A obra Fluxus, Vortex – Schubkraft (2019) para quarteto de guitarras e eletrónica de Jaime Reis, será apresentada pelo Quarteto de Guitarras Aleph (Andrés Hernández Alba, Tillmann Reinbeck, Wolfgang Sehringer e Christian Wernicke) no próximo dia 14 de janeiro no ZKM – Zentrum für Kunst und Medien (Kubus) em Karlsruhe na Alemanha. O programa deste concerto intitulado Durch die Ohren von... e cuja espacialização sonora será realizada por Jaime Reis, incluirá também a música de José María Sánchez Verdú e Zeynep Gedizlioğlu. A obra Fluxus, Vortex – Schubkraft foi encomendada a Jaime Reis pelo ZKM – Zentrum für Kunst und Medien Karlsruhe e pelo Quarteto de Guitarras Aleph. Adicionalmente, a peça Sigma.Cobre (2021-2022) deste compositor editado pelo MIC.PT será apresentada pelo Duo Sigma (Ana Cláudia Assis, piano; Miguel Rocha, violoncelo), no contexto concerto Mémoire...Mirroir, no dia 20 de janeiro no Museu Nacional da Música em Lisboa.
Pedro Rebelo
Pedro Rebelo · © Geraldine Timlin

Blown Off Course (Desvio de Rumo) é o título da nova ópera de Pedro Rebelo (compositor editado pelo MIC.PT), com libreto de Glenn Patterson, que será estreada no O'culto da Ajuda em Lisboa na primeira metade deste mês. A ópera Blown Off Course, uma encomenda da Miso Music Portugal com o apoio da Queen's University Belfast, explora as relações entre Portugal e o Japão através da língua, da música e da comida, pondo em música e em cena encontros do acaso entre Hana, uma mulher japonesa e Valentim, um português, no século XVI e nos dias de hoje. Estes encontros são o resultado de um barco (século XVI) e de um avião (hoje) desviados do seu curso pela força do Vento (o narrador). Separadas por seis séculos, estas interações desenvolvem-se em relações como a partilha de sons, através de palavras e de tradições gastronómicas. Os espetáculos da ópera Blown Off Course terão lugar nos dias 12, 13 e 14 de janeiro e contarão com a participação de: Camila Mandillo (soprano · Hana), André Henriques (barítono · Valentim), Miguel Azguime (narrador · Vento), Vicente Viriato (cozinheiro · Chef), Kiku Day (shakuhachi); e dos músicos do Sond’Ar-te Electric Ensemble: Sílvia Cancela (flauta), Nuno Pinto (clarinete), João Dias (percussão), Francisco Cabrita (piano), Vítor Vieira (violino), Luís André Ferreira (violoncelo).

A peça Episódio de intervalo III (2022) para flauta, saxofone e piano de Sara Carvalho (compositora editada pelo MIC.PT), será apresentada pelo Performa Ensemble (Jorge Salgado Correia, flauta; Henrique Portovedo, saxofone; Helena Marinho, piano) no próximo dia 5 de janeiro no Conservatoire à Rayonnement Régional Pierre Cochereau em Nice (França). Este concerto, intitulado Les Mots et la Musique, contará também com a participação da atriz Joana Carvalho, sendo que Sara Carvalho moderará a conversa entre o público e os artistas no palco. Neste programa encontra-se ainda a música da compositora editada pelo MIC.PT Isabel Soveral, de Ana Tavares, Francisco Ribeiro, Jônatas Manzolli e Luís Tinoco. «A minha escrita desde sempre se iniciou a partir de uma fonte extramusical, ainda que no início de uma forma inconsciente e pouco estruturada. E são muitas as fontes extramusicais em que me apoio. Peguemos, por exemplo, na literatura. Gosto de ler, porque gosto da forma como cada autor mistura as palavras umas com as outras, e consegue ter significados tão diferentes dependentes de um contexto. E é um pouco isso que tento fazer com a minha música, trabalhar timbres e sonoridades, nos diferentes contextos, numa procura pessoal de um mundo sonoro interior próprio» – disse Sara Carvalho ao MIC.PT em dezembro de 2014.
Aniversário de Arte 2023 (Euroradio Ars Acustica Special Evening)

Cumprindo a tradição dos anos anteriores, este ano no dia 17 de janeiro a Miso Music Portugal e a Antena 2 juntam-se à Euroradio (UER) para mais um Aniversário de Arte. O Art's Birthday 2023Euroradio Ars Acustica Special Evening – com transmissão em direto a partir de vários países, é uma celebração em homenagem ao artista francês Robert Filliou que declarou, a 17 de Janeiro de 1963, que a Arte teria nascido exatamente há 1.000.000 anos, quando alguém deixou cair uma esponja seca num balde de água! A transmissão de Lisboa decorrerá a partir do O'culto da Ajuda, onde a soprano Camila Mandillo e o trompetista João Silva darão um recital que no programa inclui obras de dois compositores editados pelo MIC.PT: de Miguel Azguime Aliterações de água (2017), para soprano e eletrónica e de Rui Penha No Man Is an Island (2014), para instrumento de sopro ad libitum e eletrónica. No âmbito deste concerto João Silva interpretará ainda uma obra da sua autoria (Demens para trompete e eletrónica); Camila Mandillo apresentará a música de Cathy Berberian e Georges Aperghis; sendo que no final do recital os dois músicos juntar-se-ão para interpretar a obra Die Produktion des Bewusstseins de Mert Morali.
Duo Sigma
Duo Sigma
Mémoire...Mirroir · Concerto pelo Duo Sigma com música de Compositores Portugueses

No dia 20 de janeiro, no Museu Nacional da Música em Lisboa, o Duo Sigma, constituído pela pianista Ana Cláudia Assis e pelo violoncelista Miguel Rocha, apresentará um recital inteiramente dedicado à música erudita contemporânea criada em Portugal. Neste sentido o programa deste concerto intitulado Mémoire...Mirroir incluirá obras de várias compositoras e compositores editados pelo MIC.PT: Carlos Marecos (O Carro de Jorge Peixinho), Eduardo Luís Patriarca (...suddenly, this silence...), Isabel Soveral (Fragmentos), Jaime Reis (Sigma.Cobre), João Pedro Oliveira (Absence... mémoire); e também uma peça de Mariana Vieira (Dual).
NOVIDADES MIC​.​PT
Música de Compositoras e Compositores Portugueses na ISCM Virtual Collaborative Series

Enquanto Secção Portuguesa da International Society for Contemporary Music (Sociedade Internacional de Música Contemporânea), no passado mês de dezembro a Miso Music Portugal/ MIC.PT enviou para a ISCM, no contexto da ISCM Virtual Collaborative Series, quatro obras da autoria de compositoras e compositores residentes em Portugal: de Ângela da Ponte We can’t breathe (2021), para flauta e eletrónica; de Filipe Esteves Alburrica (2021-2022), obra eletroacústica; de Patrícia Sucena de Almeida Instabile Tempus (2016), para cinco instrumentos e espaço cénico; e de Pedro Pinto Figueiredo Amini (2022), para duas flautas (baixo e alto). Criado no contexto da pandemia Covid-19, o projeto ISCM Virtual Collaborative Series tem como objetivo aumentar e estimular a presença e visibilidade on-line da música erudita contemporânea, nomeadamente, nas redes sociais.
 
RIZOMA
logo · riZoma
logo · riZoma
riZoma · Plataforma de Intervenção e Investigação para a Criação Musical

riZoma é uma rede formada por um conjunto alargado de entidades portuguesas ativas ligadas à criação, à educação, à interpretação e à investigação, com larga experiência no contexto da música erudita contemporânea. A Plataforma riZoma foi criada para estabelecer o diálogo e a articulação entre as entidades que a constituem e para falar a uma só voz junto do público e das tutelas, dando protagonismo ao esforço perpetrado por muitos e criando uma força nova que assenta no valor inestimável que a música erudita contemporânea criada em Portugal tem para a identidade cultural do nosso país.
MÚSICA DE INVENÇÃO E PESQUISA
torre, rádios
imagem ilustrativa
· 6 / 01 · 1h00 · Antena 2 ·
Na 1.ª Pessoa com Pedro Rebelo (1)

Uma entrevista com o compositor Pedro Rebelo a propósito da estreia da sua nova ópera Blown Off Course/ Desvio de Rumo. Esta criação resulta de uma encomenda da Miso Music Portugal com apoio da Queen's University Belfast e será apresentada em Lisboa no O'culto da Ajuda. A ópera de Pedro Rebelo, criada em colaboração com a libretista Glenn Patterson, terá a sua estreia no dia 12 de janeiro. Uma entrevista conduzida por Pedro Boléo.
torre, rádios
imagem ilustrativa
· 20 / 01 · 1h00 · Antena 2 ·
Na 1.ª Pessoa com Pedro Rebelo (2)

Um programa do ciclo Na 1.ª Pessoa com o compositor Pedro Rebelo. Um ciclo de entrevistas em que procuramos conhecer melhor a obra, o universo criativo, o pensamento e a prática de compositores portugueses. Pedro Rebelo nasceu em 1972. É compositor, artista sonoro e performer interessado nas relações da música com as novas tecnologias. É também investigador e professor, leccionando Som Interactivo e Composição. Recentemente participou no projeto interdisciplinar Sounding Conflict, investigando as relações entre som, música e situações sociais de conflito. A sua nova ópera Blown Off Course/ Desvio de Rumo (estreia em janeiro de 2023), explora as relações entre Portugal e o Japão através da língua, da música e da gastronomia.
Novas Partituras no MIC​.​PT
andorinhas
imagem ilustrativa
A edição de partituras pelo MIC.PT tem como alvo a divulgação de partituras de obras de compositoras e compositores residentes e ativos em Portugal, fomentando a sua escolha por parte de músicos e programadores, e ainda o seu estudo no meio académico.
Ângela Lopes (AL0019)
Iulius (2020) · guitarra e eletrónica
Paulo Bastos (PBas0007)
Clipping (2018) · flauta
novos CD no MIC​.​PT
Diálogos · Capa
ed. Coriolan
Diálogos· Piano a 4 Mãos
João Costa Ferreira e Bruno Belthoise

Obras de: Carlos Marecos (música para 4 mãos ), Camille Saint-Saëns, Fernando Lopes-Graça (Cisirão, cisirão), Florent Schmitt, Jean-Pierre Deleuze, José Vianna da Motta (Ein Dorffest), Gabriel Fauré, Sérgio Azevedo (Duas Borboletas para Olga, Sonatina n.º 2), Olga Silva (Soundtrack).
estreias recentes
Camila Salomé Menino
Lampejos de um baloiço esquecido>> ver obra
Francisco Ribeiro
Reminiscência da inocência>> ver obra
Era uma vez, duas histórias>> ver obra
Where the wild things are>> ver obra
5/ 12, Música a sério para instrumentos de brincar, O'culto da Ajuda, Lisboa
Borealis Ensemble: António Carrilho (flautas de bisel), Helena Marinho (teclados), Luís Bittencourt (percussões e objetos)
CORAIS – “No Mar, à noite...”>> ver obra
TRAMA – “mural para Murad”>> ver obra
8 e 9/ 12, Concerto Monográfico – Ângela Lopes, O'culto da Ajuda, Lisboa · Igreja da Misericórdia de Santa Maria da Feira
Sond'Ar-te Electric Ensemble, Pedro Neves (maestro)
Sílvia Cancela (flauta), Nuno Pinto (clarinete), Vítor Vieira (violino), Jorge Alves (viola), Luís André Ferreira (violoncelo), Elsa Silva (piano), Francisco Cabrita (piano), João Dias (percussão), Miso Studio (desenho de som e eletrónica)
augurium #1>> ver obra
9/ 12, Trio de Damas – Nella Maíssa por Taíssa Poliakova Cunha, Cine-Teatro Paraíso, Tomar
Taíssa Poliakova Cunha (piano)
Traços de esplendor>> ver obra
14/ 12, Comemorações dos 20 anos do Douro Património Mundial, Teatro Municipal de Vila Real
Orquestra do Norte, Fernando Marinho (direção musical)
Suite Açaí>> ver obra
18/ 12, EnIMus – Encontros Internacionais de Música, Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários de Felgueiras
Quarteto Assai: Marco Pereira (flauta), Hugo Ribeiro (oboé), Cândida Oliveira (clarinete), Lurdes Carneiro (fagote)
Francisco Rosa
Mocking Death at Her Face *>> ver obra
Atrito **>> ver obra
Vasco Martins
Prelúdio, Interlúdio e Poslúdio ***>> ver obra
21/ 12, Música Portuguesa para Acordeão (Folefest), MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa
* David Seixas (violino), Sara Martins (violino), Ana Filipa Peixoto (viola), Diogo Martins (violoncelo), José Pedro Fangueiro (acordeão)
Pedro Meireles (violino), Catarina Bastos (violino), Irma Skenderi (viola), Catherine Strynckx (violoncelo), ** Fernando Brites (acordeão), *** Paulo Jorge Ferreira (acordeão)
Entrevistas MIC​.​PT
vídeo · entrevistas
imagem ilustrativa · Unsplash
A partir do início de janeiro estão disponíveis no Canal YouTube do MIC.PT mais duas Entrevistas do ciclo Na 1.ª Pessoa, com António Chagas Rosa e António Ferreira.
Presentemente o Canal YouTube do MIC.PT contém vídeos com 24 Novas Entrevistas a compositoras e compositores residentes em Portugal realizadas desde 2019, assim como oito Entrevistas do Arquivo do MIC.PT realizadas entre 2003 e 2005.
Conduzidas por Pedro Boléo, filmadas no O'culto da Ajuda em Lisboa e realizadas no contexto do ciclo Na 1.ª Pessoa das emissões radiofónicas Música Hoje e Música de Invenção e Pesquisa (produzidas pelo MIC.PT e pela Miso Music Portugal para a Antena 2), estas Novas Entrevistas constituem uma (re)visita ao universo criativo dos vários compositores e compositoras editados pelo MIC.PT, dando seguimento às Entrevistas Históricas realizadas pelo MIC.PT há quase 20 anos e que agora constituem registos únicos da evolução da linguagem de cada um dos artistas entrevistados.
Para aceder às Entrevistas sigam as ligações em baixo e/ ou visitem o Canal YouTube do MIC.PT.
Entrevistas recentes
António Chagas Rosa   António Ferreira   Daniel Moreira   João Castro Pinto   Ângela da Ponte   Ângela Lopes  
Diogo Alvim   Filipe Esteves   Filipe Lopes   José Carlos Sousa
Entrevistas 2019-2021
Amílcar Vasques-Dias   António de Sousa Dias   Carlos Marecos   Daniel Schvetz   David Miguel   Isabel Soveral
Jaime Reis   João Quinteiro   Miguel Azguime   Patrícia Sucena de Almeida   Pedro Amaral   Rui Penha
Sara Carvalho   Vítor Rua
Entrevistas 2003-2005
Álvaro Salazar   Amílcar Vasques-Dias   António Pinho Vargas   Christopher Bochmann   Filipe Pires   Luís Tinoco
Paulo Raposo   Pedro Amaral
footer
Agenda Catálogo de Partituras MIC.PT Espaço Crítica para a Nova Música MIC.PT EN MISOMUSIC.ME mail MIC.PT Twitter IAMIC DGARTES Facebook